Registe em poucos segundos a nossa newsletter e receba todas as novidades.

Acrilsports

#GetsYouFurther

“Graças à Acrilsports posso ser melhor atleta”

Prestes a começar mais um Campeonato do Mundo de hóquei em patins, o capitão da seleção portuguesa aponta ao cimo do pódio depois de em 2019 se ter sagrado campeão do mundo em Barcelona. É precisamente em Barcelona que João vive atualmente, representando o FC. Barcelona, uma das melhores equipas do mundo da modalidade, uma cidade “fantástica” na qual não abdica do que a Acrilsports tem para oferecer, numa parceria que lhe permite “estar bem fisicamente e manter as lesões longe”.

A prova vai disputar-se entre 7 e 13 de novembro, na Argentina, integrada nos World Skate Games. Portugal ficou no Grupo A, com Itália, Chile e França. Um grupo fortíssimo mas que não tira o sono a João Rodrigues, de 32 anos, avançado do Barcelona desde 2018 depois de se transferir do Benfica, clube que representou durante 9 épocas depois de duas no Hóquei de Barcelos. Procura, em San Juan o seu segundo título mundial. Falámos com o jogador em vésperas da competição, sobre a sua parceria com a Acrilsports e sobre as suas expectativas em solo argentino.

“Apenas” 32 anos, um dos jogadores chave da seleção, capitão, com um currículo com passagens pelo Paço de Arcos, Benfica e agora Barcelona, 16 títulos internacionais… Que balanço fazes desta tua epopeia no hóquei em patins?

Faço um balanço muito positivo daquilo que tem sido esta aventura. Não há dúvidas que sou um privilegiado por, ao longo destes anos todos, o meu trabalho ser a minha paixão (DESTAQUE). E ainda me tem permitido realizar muitos dos meus sonhos desportivos e viver experiências incríveis que vou levar para sempre. 

O teu pai jogava hóquei em campo, a tua irmã praticava patinagem artística. É caso para dizer que o que fazes te estava destinado?

A influência da família foi decisiva, não só pelo facto de serem desportistas mas sobretudo porque sempre me apoiaram e permitiram que nunca faltasse a um treino ou jogo.

Portugal é uma super potência do hóquei. Venceram mais recentemente o campeonato do mundo em 2019, o europeu em 2016 e é a seleção recordista de títulos tanto no campeonato europeu como na taça das nações. Como capitão sentes o peso desta história quando entras em campo?

Não sinto peso mas sim um orgulho enorme e sentido de responsabilidade para representar sempre da melhor maneira possível o nosso país. 

Entram em campo para mais um campeonato do mundo. Que expectativas tens para a competição e como está o ambiente no seio da seleção?

As expectativas são as melhores para esta competição. Temos um conjunto de jogadores fantásticos que já se conhece há alguns anos e que tudo fará para defender o título mundial conquistado em 2019.

Quando anteriormente disse que “apenas” tinhas 32 anos foi porque és, não só, o capitão como o goleador e “desbloqueador” de muitos jogos. Anímica e fisicamente como te sentes?

Sinto-me muito bem tanto física como mentalmente. Preparei-me muito bem para estar a 100% neste campeonato do Mundo e poder ajudar da melhor maneira possível a seleção. 

A parceria com a Acrilsports é importante para ti em que sentido? O hóquei é um desporto muito violento para o corpo, muito agressivo para articulações, músculos e tendões… 

A parceria com a Acrilsports é fantástica para mim no sentido em que me ajuda a otimizar o meu rendimento e na alta competição todos os pormenores contam. Graças a eles posso ser melhor atleta.

Há 30 anos muitos seriam os atletas que desejariam uma parceria destas. Podes dar alguns exemplos de como a parceria com a Acrilsports te ajuda na tua vida desportiva/pessoal?

Acima de tudo uso o equipamento de ginásio que me deram (corda, kettlebels, elásticos e a roda de abdominais). Estes são os meus melhores amigos e ajudam-me a estar bem fisicamente e manter as lesões longe. 

Acreditas que a tua carreira pode ser não só potenciada como prolongada com o que Acrilsports oferece?

Não tenho dúvidas disso. Respeito muito o meu corpo e cuido-o de maneira a ser melhor atleta. A Acrilsports ajuda-me nessa tarefa e estou grato por isso.

O que dirias a um(a) atleta que queira aumentar a sua performance? Aconselharias a visitar a loja da Acrilsports?

Sem dúvida que sim. Aí podem encontrar todo o material necessário para serem melhores atletas e ajudar-vos a atingir os vossos sonhos. 

O que esperas encontrar neste campeonato do mundo? Os suspeitos do costume ou achas que haverá surpresas?

Será um campeonato muito competitivo jogado num palco mítico da nossa modalidade, com um ambiente incrível. Creio que podemos considerar a Argentina como a principal favorita e depois outros quatro pretendentes (Espanha, Itália, França e Portugal).

Como é a vida em Barcelona?

A vida em Barcelona é fantástica e a experiência muito enriquecedora. Tem sido uma cidade muito boa tanto para mim como para a minha mulher e estará para sempre ligada à nossa família pelo nascimento dos nossos dois filhos.

E qual é o objetivo que está “inscrito” na parede do vosso balneário para este campeonato do mundo?

Depois de termos sido campeões do Mundo no Palau Blaugrana, em Barcelona temos o sonho de sermos campeões do Mundo no Aldo Cantoni, na Argentina e assim ganharmos nos palcos mais míticos da modalidade.

Portugal começa a fase de grupos no dia 7, segunda-feira, contra a França. O jogo é transmitido pela RTP1 e começa às 22h45.

O Nosso Grupo