Registe em poucos segundos a nossa newsletter e receba todas as novidades.

Acrilsports

#GetsYouFurther

DIA OLÍMPICO, A CELEBRAÇÃO DO OLIMPISMO

A inclusão dos valores Olímpicos na cultura, na educação e, consequentemente, na evolução de uma sociedade, promove um estilo de vida baseado na alegria do esforço, no valor educativo do bom exemplo e no respeito por princípios éticos universais e fundamentais para a sociabilização.

O DIA OLÍMPICO celebrado oficialmente desde o dia 23 de junho de 1948, assinalando a data de fundação do Comité Olímpico Internacional (COI) pretende sedimentar e difundir, de forma ampla e global, aos jovens de todo o mundo, os valores olímpicos – Excelência, Amizade e Respeito.

Portugal foi um dos primeiros países a aderir a esta mensagem, juntamente com a Grécia, Áustria, Canadá, Suíça, Grã-Bretanha, Uruguai, Venezuela e Bélgica.

Atualmente, com a participação de mais de 150 Comités Olímpicos, realizam-se em todo o mundo milhares de atividades desportivas, exposições, debates e conferências educativas, com o objetivo de promover a prática desportiva, o bem-estar, a cultura e a educação, através dos valores Olímpicos e dos três pilares do Dia Olímpico – Mexe-te, Aprende e Descobre, independentemente da idade, género, origem social ou habilidade desportiva.

EXCELÊNCIA, AMIZADE E RESPEITO – Os valores Olímpicos na sociedade

A inclusão dos valores Olímpicos na cultura, na educação e, consequentemente, na evolução de uma sociedade, promove um estilo de vida baseado na alegria do esforço, no valor educativo do bom exemplo e no respeito por princípios éticos universais e fundamentais para a sociabilização, tais como a tolerância, a cooperação, a responsabilidade e eficácia pessoal, solução de problemas, a capacidade de decisão, o pensamento crítico e o fair play.

É nestes fundamentos que a Shire Sports, enquanto empresa de Marketing Desportivo acredita e, por isso mesmo incorpora na sua equipa o atleta Olímpico Marco Fortes,  responsável pela coordenação do LAB, um ginásio de alta performance com treino personalizado que pretende ser o suporte de todos os que queiram obter melhores resultados de performance desportiva com o aconselhamento de quem viveu muitos anos nos palcos da alta competição desportiva e traz na bagagem um conjunto de ferramentas facilitadoras da obtenção de melhores resultados.

Atletas, Clubes e Instituições ligadas ou não ao desporto, poderão em breve usufruir deste espaço e usufruir da partilha de conhecimento disponibilizado e identificado em Marco Fortes, reconhecendo todo o seu potencial e considerando a sua presença uma mais-valia para a empresa.

A CARTA OLÍMPICA – Os princípios fundamentais do Olimpismo

A Carta Olímpica é o documento que reúne os princípios do Olimpismo e rege toda a estrutura do Movimento Olímpico: COI, Comités Nacionais e Federações.

A sua última revisão foi a 17 de julho de 2020 durante a 136ª Sessão do COI, incluindo, ao todo, 61 artigos divididos em cinco capítulos.

Pautando a vivência do Movimento Olímpico e mantendo vivos os ideais do Barão de Coubertin a Carta Olímpica desenvolve-se em oito áreas de atuação, que se destacam.

A escolha da cidade-sede e organização dos Jogos Olímpicos, a definição das modalidades desportivas que compõem o programa dos Jogos, a cobertura da imprensa, propaganda e todos os protocolos que devem ser respeitados durante as competições, estão assegurados no documento.

A promoção do Desenvolvimento Sustentável é garantida pelo COI, adoptando uma abordagem proativa para garantir que a sustentabilidade seja incorporada em todos os aspectos da organização dos Jogos Olímpicos. Deixar um legado sustentável e positivo para a cidade e país-sede tem de ser um objetivo primordial e alcançável para todos os organizadores dos Jogos Olímpicos.

A promoção da Igualdade de Género é uma prioridade para o Movimento Olímpico e os dois principais objetivos são facilitar o acesso ao desporto em geral e aos Jogos Olímpicos em particular às atletas femininas, procurando também aumentar o número de mulheres na administração e gestão desportiva.

O COI resgatou e reintroduziu na Carta Olímpica, o antigo conceito de Trégua Olímpica, que permitia aos participantes viajar de e para os Jogos Olímpicos em total segurança, com o objetivo de proteger os interesses dos atletas e do desporto.

Na Assembleia Geral da ONU em Outubro de 2015, confrontado com a crise global de refugiados o presidente do COI anunciou a criação da Equipa Olímpica de Refugiados, a primeira desse tipo, para participar nos Jogos Olímpicos Rio 2016 e daí em diante.

A Integridade dos atletas e das organizações desportivas é o compromisso inscrito que se assume na luta contra o doping e contra os abusos políticos e comerciais.

A promoção da Cultura e da Educação Olímpica assenta na premissa de que o desporto contribui para o desenvolvimento harmonioso e equilibrado do corpo, da personalidade e da mente.

Assim, a interação entre o desporto, a educação e a cultura é incentivada pelo COI, com o objetivo de promover o olimpismo e os ideais olímpicos em todo o mundo, reforçando a cooperação com instituições educacionais e os Comités Olímpicos Nacionais, com o desenvolvimento de projetos voltados especialmente para os jovens.

Dia Olímpico 2022 – Mexe-te, Aprende e Descobre, Juntos por um Mundo Melhor

A cada ano, o Dia Olímpico concentra-se num tema diferente que serve de laço comum e global e este ano, o mote foi lançado – “Juntos por um mundo melhor” inclui valores como a sustentabilidade, a inclusão, a solidariedade e a paz, com o objetivo de aproximar as pessoas na construção de um mundo melhor, através do desporto.

O desporto sempre construiu pontes e aproximou as pessoas e o tema deste ano celebra um apelo, premente, à ação, para que as pessoas se movam juntas, para mostrar o seu apoio activo e unido pela paz e pela solidariedade.

À semelhança de outros países, o Comité Olímpico de Portugal (COP) incorporou os valores do Movimento Olímpico nos currículos escolares, alargando a adesão da sociedade a esta mensagem e tornando mais acessível e constante esta comemoração.

Tal como nos testemunhou Rita Nunes, Diretora do Departamento de Educação e Memória Olímpica, o COP tem vindo a organizar, desde o dia 12 de maio deste ano, um conjunto alargado de iniciativas que visam celebrar o Dia Olímpico 2022.

De norte a sul do país bem como nas regiões autónomas, em parceria com diversos Municípios, Agrupamentos de Escolas, Colégios e Clubes Desportivos têm sido dinamizadas diversas atividades ao longo do ano, com destaque para a websérie “SOU OLÍMPICO”, que contou com a participação de vários atletas olímpicos, entre eles, a atleta Naide Gomes, o canoísta Emanuel Silva e os ginastas Diogo Ganchinho e Diogo Abreu e a realização de vários jogos e dinâmicas de cooperação.

O Dia Olímpico também foi celebrado através das experiências desportivas de Atletismo, Basquetebol, Karaté, Skateboarding e Ténis, organizadas em parceria com a Câmara Municipal de Braga e no passado dia 3 de Junho, na Faculdade de Ciências do Desporto e Educação Física da Universidade de Coimbra com a Jornada de Encerramento do projeto “Olimpíada Sustentada: ninguém deve ser deixado para trás” .

As visitas de estudo realizadas à sede do Comité Olímpico de Portugal têm sido outra forma de marcar as celebrações do Dia Olímpico 2022, permitindo aos mais jovens uma experiência incomparável de relação com o Movimento Olímpico a herança desportiva nacional e a promoção dos seus valores.

Nos últimos anos, o desenvolvimento das redes sociais tem ajudado o COP, bem como o COI a aumentar a participação e comemoração do Dia Olímpico e do Movimento Olímpico, além das atividades desportivas da cada CON.

Na semana em que se celebra o Dia Olímpico, a 23 de Junho, o Comité Olímpico de Portugal desafia todos os interessados a participar nas suas actividades digitais através da sua página e das suas redes sociais, com destaque para a “Estafeta Digital do Dia Olímpico 2022” .

O Nosso Grupo